Pra ficar de olho

Pra ficar de olho: três filmes sobre questões raciais no Netflix

Hoje começa uma nova editoria aqui no Pretinho Nada Básico, a ‘Pra ficar de olho”. Todas as vezes que vocês virem essa chamada, podem apostar que vão encontrar três dicas bacanas sobre qualquer assunto e que você não pode ficar sem saber. Para começar bem, elegemos algumas filmes que estão no Netflix (sempre salvando do tédio o/) e que têm em comum a questão racial em debate de diferentes formas. Vale o play!

#1 What Happened, Miss Simone? 

O documentário sobre a cantora de jazz Nina Simone é simplesmente impactante. O filme do diretor Liz Garbus busca depoimentos de parentes, amigos e companheiros de trabalho para mostrar a perturbada e, ainda sim, brilhante trajetória de Nina. Em alguns momentos, é possível sofrer junto com ela, já que algumas cartas de próprio punho foram resgatadas e contam parte de sua vida. Apesar de talentosíssima, Nina sofreu discriminação racial desde muito nova, tendo de enfrentar alguns obstáculos na conquista de seu maior sonho.

#2 Preto ou Branco

O filme que foi adicionado recentemente no Netflix, traz a história de Elliot, um advogado recém viúvo e que durante o seu luto tem que aprender a lidar com a criação de sua neta, a pequena Eloise. Órfã de mãe, Eloise é rejeitada pelo pai, um viciado em drogas. No entanto, Elliot ainda terá que lutar na justiça pela guarda de sua neta, que está sendo disputada pela avó paterna, que não vê com bons olhos que um “homem branco-solteiro” possa dar uma boa criação à menina.

#3  Histórias Cruzadas

O filme, que rendeu um Oscar à Viola Davis em 2012, conta a história das empregadas negras de uma cidade ao sul dos EUA, que deixavam seus filhos para criarem as crianças de suas patroas. Com a ajuda de uma aspirante a escritora, Aibileen Clark conta todo o sofrimento e a humilhação que as babás negras sofreram nos anos 60. De forma ácida e com momentos engraçados, Histórias Cruzadas mostra o poder das palavras e do emponderamento feminino e negro durante um período tão obscuro na história norte-americana.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply